Topo

Geral

Um par de olhos que enxerguem a minha essência
A fuga encantadora nas cores do pôr-do sol
Um sorriso masculino
Sem machismo
A paz de um colo fixo
Sem egoísmo
Sem saciar
Sem cobranças

Olho teus olhos na noite
E me transporto ao céu;
Porque estas lá, entre os planetas...
O barulho da noite são vozes, e entre elas reconheço a tua.
Deixo-me contaminar pelo belo da lua

Estou aqui no mais reservado canto da minha vida,
Olhando para o computador.
Minha mente sussurra palavras ao teclado,
No mais discreto improviso,
Meu coração voa...

Observo-te!... Teu campo, teu domínio
Tua grandeza, tua proporção
Causa em mim, um tal fascínio
Que me entrego à contemplação...

Pode ser o mais belo dia de sol,
O tempo mais seco da estação,
Chuva sempre cai entre as tardes
Molhando meus olhos e os teus...

Estou aqui te esperando, já perdi a conta dos dias, das horas e dos minutos.
Meu corpo chama pelo teu!
Aqueço-o com suas lembranças das tantas vezes que você deslizou suas mãos sobre ele.

Quebrado o feitiço
meu sonho acabou
lágrimas, soluços
foi só o que restou.

O amargo na boca e
a voz na garganta
me deixam lembranças
de quando tinha esperança.

Exploda em verbo
odio que me atormenta
Que o grito,estrangulador
por estar preso viage em versos

Na minha vida está tudo estranho
Não há ferida e não há danos
Só essa indiferença
Indiferente ao amor

Fechada a dor
Pergunto a minha alma
O que há em mim?

Tem muito a ser dito, mas nada digo e deixo você ir,
As palavras estão presas e impregnadas em minha timidez
Em meu orgulho, minha indiferença
Um som que silencio é transformo em pensamento

Tudo q eu conquistei na minha vida te dou
Tudo q vou conquistar já é teu por direito
Por que sou tua.
Todos os minutos q tenho pra viver
Entrego-os a ti, amor
Em todas as páginas da minha historia

Molha o lado desse rosto
Que não sabe se esqueceu
Daquele singelo beijo

Brota no seu canto
Fonte de todo pranto
Nas horas de fina dor
E também na felicidade

Desespero que passa, se vai
Carícias e carinhos, depois de uma briga
Debaixo de um som nosso amor descontrai
Esqueça o rancor é uma nova vida

Som baixo
meia-luz
duas taças de vinho
suave...
tão suave quanto tua pele
um beijo na sua boca!
mãos que passeiam,
pelo seu corpo
um abraço ardente
os corpos em brasa

Meu amor foi destruído
Por uma pessoa a qual eu amava muito
Mas nada disso me abalara
Destruirão meu amor
Mas não conseguirão
Destruir-me
Por que eu sei que
Existirão outros amores

Em um dia tão bonito...
Encontrei seu sorriso...
Sorriso, Doce e amigo...
Gravei na minha mente...
Aquele sorriso...
Lindo e contente...!!!
Que igual ainda não vi...!
Que iluminou o dia...

Amei-te um dia
Pura utopia
Pois jamais te amei

Só me resta o prazer
em sonhar com você
Sem sintonia
tão triste é amar a distância

Não é o dinheiro ou o prazer, a fonte de
sua verdadeira alegria.

A alegria material é enganosa, só a espiritual
prenche o coração.

Agradeça a Deus as oportunidades felizes.

Aquele que nos dá o chão,
aquele que nos faz acreditar que somos capazes.
Amigo é..
Aquele com quem passamos horas conversando
aquele que nos entende com um simples olhar.
Amigo é..

Amar, mas sem aprisionar.
Amparar, mas sem fazer pelo outro o que ele deve fazer por si mesmo.
Ajudar, mas sem tirar do outro o direito de escolher seu próprio caminho.

Páginas

Gostou? Agora compartilhe!