Topo

(...) Soa maravilhosamente. Um admirável novo mundo. Não há nada disso realmente, há? - Você não acredita nele? - O senhor acredita? - Há sempre um admirável novo mundo - disse Poirot - mas, sabe, só para algumas categorias especiais de pessoas.

(...) Soa maravilhosamente. Um admirável novo mundo. Não há nada disso realmente, há? - Você não acredita nele? - O senhor acredita? - Há sempre um admirável novo mundo - disse Poirot - mas, sabe, só para algumas categorias especiais de pessoas. As felizes. Aquelas que trazem dentro de si mesmas a criação desse mundo. Noite das Bruxas

Gostou? Agora compartilhe!